Fraturas ósseas

July 6, 2018

O termo “Fratura” nos primeiros socorros indica que um osso sofreu danos e precisa de cuidados específicos. Todo o ano Brasil centenas de crianças sofrem fratura no crânio devido a colisões veiculares porque estavam sem o assento correto ou sem o uso do cinto de segurança – situação evitável.

 

Fraturas podem ser denominadas “fechadas”, ou seja, aquela em que não houve rompimento da pele. Podem ser também denominadas de “fratura aberta” ou “fratura exposta”, onde houve rompimento da pele ou porque o osso é visível.

 

Imagem 1. Cortesia de Nino Liverani

 

Os principais sinais e sintomas de fraturas ósseas ou articulação incluem:

  • Área de deformada

  • Dor

  • Inchaço

  • Incapacidade de usar a parte lesionada

 

O que fazer?

  • Aplique técnicas somente no qual recebeu treinamento

  • Imobilize na posição encontrada

  • Imobilize as articulações acima e abaixo da fratura

  • Use a técnica RICE consultando “Fratura” no Guia de bolso de primeiros socorros do NSC – National Safety Council (Imagem 1 abaixo)

 Imagem 2. Guia Rápido de Primeiros Socorros

 

 

O que NÃO fazer?

  • Mover a área afetada desnecessariamente

  • Nunca aplique pressão sobre um osso exposto

  • Não tente alinhar a fratura

  • Aplique técnicas somente no qual recebeu treinamento

 

Perguntas mais frequentes:

 

P. Não tenho certeza se a fratura é no osso ou na articulação, o que fazer?

R. Na duvida, imobilize

 

P. Existem tipos diferentes de talas?

R. Sim. Existem as talas rígidas, flexíveis e anatômicas

 

P. O que é uma tala rígida?

R. É uma tala firme, que não se dobra geralmente utiliza madeiras ou tipos de plástico

 

P. O que é uma tala flexível?

R. É um tipo de tala que se molda a fratura.

 

P. O que é uma tala anatômica?

R. É quando o socorrista empresa alguma técnica utilizando próprio corpo da vítima como forma de imobilização, como por exemplo, em um dedo fraturado pode ser usado o dedo ao lado para promover uma imobilização (tala anatômica)

 

P. Posso improvisar materiais para imobilizar fraturas?

R. Sim e não. O uso de equipamentos permite aplicação adequada da técnica além de ser mais simples e fácil. Improvisar significa que você precisará de mais conhecimentos e habilidades. Improviso gera riscos adicionais, portanto, considere fatores como: onde estou? Com qual recurso? Quais minhas habilidades? Fui treinado para isso? Improvisos podem ser feitos pontualmente e nunca adotados como padrão de procedimento.

 

Duvidas? Fale com nosso time de instrutores especialistas

relacionamento@trophytreinamentos.com

11 93803.5007

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

NSC - Sob nova direção no Brasil

May 14, 2019

1/3
Please reload

Posts Recentes

June 25, 2019

June 15, 2019

March 28, 2019

March 20, 2019

March 14, 2019

March 13, 2019

February 26, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload